Centenário Imigração : Concurso de redação sobre imigração anuncia os vencedores (SEDU)
em 24/07/2008 (1704 leituras internas)
Centenário Imigração

Uma cultura viva e representativa no cenário brasileiro. Desta forma pode ser descrita a cultura japonesa que ao comemorar, agora em julho, 100 anos de marcante presença no Brasil, programou uma série de eventos em todo o país. E o Espírito Santo não ficou fora destas comemorações. Um concurso de redação agitou as escolas da rede pública estadual e agora chegou a hora da premiação.

Aproximadamente 100 textos foram produzidos por estudantes de 63 escolas da rede estadual. Agora, a comissão julgadora divulgou quais foram os três primeiros colocados.

Em primeiro lugar ficou Wanderson Martins da Silva, aluno do 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Pedro de Alcântara Galvêas, em Dores do Rio Preto. O aluno escreveu o texto “O Japonês na nossa pátria”.

Thailane Pavesi Muniz, aluna do 1º ano do Ensino Médio, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Assisolina Assis Andrade, em Vila Velha, foi a segunda colocada. Ela desenvolveu o seguinte texto: “Com amor se faz uma história de influências culturais”. O terceiro lugar do concurso ficou com a aluna Janaina Oliveira Souza, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Godofredo Schneider, em Vila Velha. Ela escreveu sobre a “Imigração Japonesa: Uma Preciosa Adição à Cultura Brasileira”.

Nas redações, os participantes desenvolveram assuntos voltados à história, à culinária, aos costumes e às influências a outras culturas. A tecnologia também foi um dos temas em questão, uma vez que o Japão é referência neste quesito.

A Comissão Julgadora, composta por representantes da Secretaria de Estado da Educação (Sedu), Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e membros da organização do concurso, examinaram os trabalhos com base na adequação ao tema proposto, na criatividade, originalidade e correção gramatical.

Aprendizagem

Segundo a subgerente de Desenvolvimento Curricular do Ensino Médio da Sedu, Sandra Bonatto, a participação dos estudantes contribuiu para o enriquecimento de aprendizagem sobre o assunto. “Para produzir as redações, os alunos tiveram que pesquisar sobre a cultura japonesa. Desta forma, eles puderam se aproximar desta realidade que se faz tão presente no nosso dia-a-dia e nem sempre é valorizada”, destaca Sandra.

Ainda de acordo com Sandra, ao longo dos estudos os alunos aprenderam que a cultura japonesa tem influência no dia-a-dia dos brasileiros na culinária e nas artes.

Premiação

A entrega de prêmios acontece no próximo sábado (19), no Theatro Carlos Gomes, no centro de Vitória, quando acontece uma cerimônia em comemoração ao centenário da imigração japonesa no Brasil.

Além de diplomas pela participação no concurso, os primeiro e segundo colocados serão premiados com um microcomputador com impressora. A escola também receberá a mesma premiação. Já a aluna que foi classificada em terceiro lugar recebe uma câmera digital.

História

A união da história entre o Brasil e o Japão completou 100 anos no último dia 18 de junho. Foi nessa data, em 1908, que o navio Kasato-Maru aportou em Santos, trazendo imigrantes de Kobe dispostos a trabalhar e a viver no Brasil.

Nos primeiros 10 anos da imigração, aproximadamente 15 mil japoneses chegaram ao Brasil. Este número aumentou muito com o início da Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Pesquisas indicam que de 1918 até 1940, aproximadamente 160 mil japoneses vieram morar em terras brasileiras.

Confira as três redações vencedoras

Informações Adicionais:
Gerência de Ensino Médio Sedu
3137 3669

Texto: Geiza Ardiçon

FONTE: http://www.sedu.es.gov.br




Associação Nikkei de Vitória - ヴィトリア日系協会